Foto: Alan Santos

No último dia 19 de novembro, a Associação Pestalozzi de Osasco, em parceria com o SENAC – Osasco, a Secretaria de Emprego, Trabalho e Renda e a Câmara Paulista para Inclusão da Pessoa com Deficiência, realizou o Seminário Inclusão em Debate, para discutir, nessa décima primeira edição do evento, a aprendizagem profissional e a inclusão profissional de pessoas com deficiência intelectual.

O XI Seminário Inclusão em Debate contou, também, com o apoio de interpretes de libras da Secretaria de Assistência Social e do Espaço da Cidadania e com o apoio da TV Osasco e do Jornal A Rua. Alguns atendidos pela Pestalozzi de Osasco participaram ativamente dos trabalhos e atuaram impecavelmente tanto na recepção do público e das perguntas que foram dirigidas aos palestrantes, quanto na apresentação do Seminário, como foi o caso do Vitor Expedito que desempenhou, junto com Fernando Coutinho, diretor de eventos da Pestalozzi, a função de mestre de cerimônia.

O evento contemplou palestras de especialistas na área de inclusão, além de depoimentos de empresas que contratam aprendizes com deficiência intelectual e depoimentos de pessoas com deficiência intelectual que estão no mercado de trabalho. Entre os especialistas, o Seminário contou com a participação de Luciane Midori Kadomoto Bezerra (psicóloga e docente do SENAC Osasco), Thâmara Alencar (analista de diversidade e inclusão na SODEXO), Dr. José Carlos do Carmo (auditor fiscal do trabalho e coordenador do Projeto de Inclusão da Pessoa com Deficiência da Superintendência Regional do Trabalho em São Paulo – Ministério da Economia), Keila Paloschi (gerente de intermediação de mão de obra da Secretaria de Emprego, Trabalho e Renda de Osasco) e Márcia Oliva Soléra (gestora executiva da Associação Pestalozzi de Osasco). O ponto alto das palestras foi a apresentação da gerente de Recursos Humanos do Grupo Generalle, Cláudia Maria Orosco e o depoimento de Jonathas da Silva Sarmento e Felipe Vinícius Ribeiro de Andrade, ambos colaboradores da empresa que após terem concluído a aprendizagem foram contratados e atendem a Lei de Cotas.

Profissionais de recursos humanos de empresas de Osasco e região, pais e familiares de pessoas com deficiência intelectual em idade economicamente ativa, profissionais de entidades e de órgãos que trabalham com a inclusão de pessoas com deficiência intelectual foram o público alvo do Seminário. 105 pessoas estiveram presentes no evento, sendo 37% constituído por representantes de entidades, ou órgãos públicos, 28% por familiares e pessoas com deficiência, 13% por representantes de empresas, 14% por funcionários da Pestalozzi e 8% por palestrantes.

Os resultados da avaliação realizada ao final do evento indicaram que 87% dos participantes consideraram o evento como excelente ou ótimo. As instalações do SENAC Osasco foi outro aspecto avaliado como excelente ou ótimo por 91% dos participantes, assim como a relevância do tema (93%) e sua aplicabilidade no trabalho (89%). De modo geral, o Seminário atendeu ou superou as expectativas de 95% do público presente.
O Seminário é um evento organizado anualmente pela Pestalozzi de Osasco para marcar, no município, o Dia do Movimento Pestalozziano no Brasil, dia 26 de outubro.